Brasil fica de fora da lista de países que vão receber doação de vacinas dos EUA

Foto: Reuters/ Andrew Harnik/Direitos reservados

A casa branca anunciou envio de 500 milhões de doses da Pfizer para países em desenvolvimento

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden anunciou nesta quinta-feira (10) que o país vai ofertar à 92 países, 500 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. O Brasil não entrou na relação de países destino dos lotes de imunizante da Pfizer.

A maior parte dos países, no entanto está no continente africano e segundo a Casa Branca, as vacinas serão entregues a países como o Afeganistão, Angola e Fiji. Essas nações foram definidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

As 500 milhões de doses devem ser entregues até o fim de de 2022, mas o primeiro envio começa em agosto com a entrega de 200 milhões de vacinas. As outras 300 milhões de doses devem ser enviadas no primeiro semestre de 2022.

O Brasil e países da América do Sul, no entanto, devem receber 06 milhões de doses de vacinas por meio do Consórcio Covax Facility. Entretanto, ainda não há detalhes oficiais sobre a quantidade que deve desembarcar por aqui e qual prazo.