Japão diz que ‘fará de tudo’ para Olímpiadas acontecerem em 2021

Foto: Reprodução

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, prometeu nesta sexta-feira (16) fazer “tudo que for preciso” pela realização da Olimpíada de Tóquio no ano que vem, trabalhando intensamente com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e os organizadores locais.

“Quero fazer o necessário para ver a Olimpíada acontecer no próximo ano”, disse ele à Kyodo News, a maior agência de notícias do país, durante uma assembleia popular.

Ele também mencionou sua visita ao Vietnã e à Indonésia, marcada para domingo (18), dizendo que um Indo-Pacífico livre e aberto é “essencial” para a estabilidade da região. A visita será a primeira viagem ao exterior como premiê.

Na assembleia popular, que também marcou seu primeiro mês no cargo, Suga acrescentou que combinará medidas de contenção do novo coronavírus com ações para reativar a economia.

O primeiro ministro do Japão anunciou em março, o adiamento dos Jogos Olímpicos. A Olimpíada estava prevista para começar em 24 de julho e terminar em 9 de agosto. O Comitê Olímpico Brasileiro defendeu o adiamento do evento para o mesmo período de 2021.

*Com informações da Agência Reuters