José Serra é denunciado pela Lava Jato de SP sob acusação de lavagem de dinheiro

Foto : Arquivo/Agência Brasil/Divulgação

A Polícia Federal começou a fazer, na manhã desta sexta-feira (03), buscas contra o senador e ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) por lavagem de dinheiro.

A força-tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo denunciou o tucano por usar o cargo de governador entre 2006 e 2007 para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do trecho sul do Rodoanel.

O empresário José Amaro Pinto Ramos e Verônica Serra, filha do ex-governador, também foram acusados. Segundo às investigações, eles constituíram empresas no exterior, ocultando seus nomes, e por meio delas recebiam os pagamentos que a Odebrecht destinava ao então governador de São Paulo.

Segundo a força-tarefa, a Odebrecht pagou milhões a José Serra. O Ministério Público Federal (MPF) obteve autorização na Justiça Federal para o bloqueio de cerca de R$ 40 milhões em uma conta na Suíça, que seria movimentada por Ramos e Verônica Serra, de maneira oculta, até o final de 2014, quando outros valores foram transferidos para uma conta de titularidade oculta.