Para Bolsonaro, alguns prefeitos e governadores querem parar o Brasil por causa do coronavírus

1
2
Foto: Guilherme Mazui/G1

O presidente Jair Bolsonaro em entrevista no alambrado residência oficial do Palácio da Alvorada voltou a repetir na manhã desta quarta-feira (25) o posicionamento do discurso feito por ele durante o pronunciamento na noite de ontem (24) em que criticou a quarentena e as medidas tomadas por governos estaduais.

As ações de isolamento são recomendações de autoridades sanitárias, como a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em vários estados do Brasil, como medida para conter a doença, governos locais determinaram fechamento temporário do comércio, escolas e serviços não-essenciais.

Bolsonaro defende que o isolamento vai gerar uma crise econômica e avanço no desemprego, o que, segundo ele, pode levar a conflitos sociais e abalo na democracia. O presidente disse ainda, “O que estão fazendo no Brasil, alguns poucos governadores e alguns poucos prefeitos, é um crime.