Por causa da Covid, doações de sangue caem 20% e governo lança campanha

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A meta é melhorar a informação sobre a segurança da doação durante a pandemia

O Ministério da Saúde realiza nesta terça-feira (23) o dia D da campanha “Meu Sangue Brasileiro”. O objetivo é informar sobre a segurança da doação de sangue durante a pandemia a fim de incentivar a doação voluntária e regular.

Em 2020, houve queda no número de doações de aproximadamente 20%, mas ainda não houve desabastecimento no país. Medidas de segurança em relação à Covid-19 estão sendo adotadas pelos hemocentros do país desde o início da pandemia.

Na semana passada, a Fundação Pró-Sangue pediu o apoio de toda a população, pois 90% das vagas para doação estavam livres. O Ministério da Saúde orienta para que os brasileiros doem sangue no hemocentro mais próximo antes de serem vacinados contra a doença.

Segundo dados do ministério, atualmente a taxa de doação de sangue voluntária da população brasileira é de 1,6%, número que está dentro do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em 2019, o governo investiu R$ 1,5 bilhão na rede de sangue e hemoderivados no Brasil e R$ 1,6 bilhão em 2020. O valor diz respeito à aquisição de medicamentos e equipamentos, reformas, ampliação e qualificação da rede.

Guarulhos

Os hemocentros da cidade recebem doações da população. Todos podem colaborar para aumentar os estoques dos bancos de sangue, basta ligar para um dos três centros da cidade de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para agendar um horário.

  • Hemocentro São Lucas (Telefone: 3660-6040);
  • Hospital Geral de Guarulhos (Telefone: 3466-1446);
  • Hospital Stella Maris (Telefone: 2423-8500 – ramal 155).

*Com informações da Agência Brasil