‘Um particular desprezo pela vítima que foi brutalmente humilhada’ diz sentença contra Robinho

Foto: Reprodução

Justiça italiana condenou Robinho em 09 anos por crime de estupro no país

A Justiça de Milão na Itália divulgou, nesta terça-feira (09) o teor da condenação do jogador Robinho pelo estupro à uma mulher no país em 2013. No fim do ano passado, a decisão veio à público e a pena é de 09 anos de prisão por violência sexual em grupo.

Segundo o documento, o jogador e “seus cúmplices” manifestaram “um particular desprezo pela vítima que foi brutalmente humilhada”. Além disso, a corte alegou que houve uma tentativa de “enganar as investigações oferecendo uma versão dos fatos falsa e previamente combinada”.

A defesa de Robinho alegou no julgamento que houve consenso da mulher para o ato sexual. No ano passado, o jogador se pronunciou sobre o caso em entrevista ao UOL e negou ter cometido o crime e culpou o movimento feminista sobre sua condenação.

Sem clube desde o mês passado, Robinho terá de cumprir a pena, o contrato com o Santos terminou em fevereiro e o jogador não entrou em campo durante a temporada passada.