2º turno: Esquerda em Guarulhos fecha com Pietá, Barreto opta por Guti

Foto: Reprodução

Os candidatos bolsonaristas ainda são incógnita para declarar apoio aberto no segundo turno

Nesta quinta-feira (19) o PDT Guarulhos anunciou formalmente apoio ao candidato Eloi Pietá (PT) para o segundo turno. A Executiva do partido se reuniu nesta tarde, e contou com a presença do candidato, sua vice Adê Rocha (Solidariedade) e representantes sindicais.

Na noite de quarta (18) o PCdoB passou por comissão política em que definiu apoio também a Elói Pietá neste segundo turno das eleições municipais. A legenda informou por meio da assessoria, que reconhece o petista como “melhor prefeito da história de Guarulhos”.

Ainda segundo informou a legenda, “Pietá é o único que tem o que mostrar para o povo da cidade, e poderá combater a política coronelista do governo Guti (PSD) que entregou a construção e os avanços que a máquina pública teve nos últimos anos para os coronéis aliados do atual prefeito.”

Sabatha Fernandes (Secretaria de formação do PCdoB de Guarulhos), Duilio Souza (Secretario de organização do PCdoB de Guarulhos), Elói Pietá (PT), Fábio Garcia (Secretário Adjunto da Secretaria de Organização Estadual do PCdoB) e Marisa de Sá (Presidente do PCdoB de Guarulhos)

Também na quarta-feira, o PSOL, de Simone Carleto decidiu pelo apoio ao candidato do PT, Elói Pietá. Em nota, o partido comemorou a reeleição de Edmilson Souza que se desvinculou do PT neste ano e foi eleito como vereador no primeiro mandato do PSOL à Câmara de Guarulhos.

Em nota, o diretório municipal do partido diz:“Neste segundo turno, sabemos que o principal objetivo é livrarmos a cidade do projeto neoliberal, conservador e fundamentalista, representado pela candidatura de Guti (PSD) e professor Jesus (Republicanos).”

O partido afirma ainda, que reconhece que a candidatura de Elói Pietá é a que representa, no segundo turno, o campo democrático e popular. E ainda, que a união do campo progressista é essencial para derrotar o bolsonarismo, em que Guti e seus parceiros são aliados.

O partido verde, do ex prefeito Jovino Cândido, adversário histórico de Elói Pietá decidiu nestas eleições, apoiar o petista para o segundo turno. De acordo com nota, a coligação de Elói está ‘compromissada com as propostas do programa de governo do PV’.

Na contra mão

Eduardo Barreto (PROS) eleito por dois mandatos para vereador e que se mostrou neste período, combativo a gestão municipal, decidiu por Guti para o segundo turno. Em um vídeo gravado nas redes sociais ele afirmou que o prefeito tem mais capacidade de diálogo.

Segundo Barreto, após se reunir com Guti para apresentar suas propostas e o prefeito as aceitar, o vereador decidiu por apoiá-lo. Eduardo não relatou se houve conversa com Elói Pietá, mas declarou que se o petista for eleito, não terá as condições favoráveis do passado para governar.

A gente sabe das questões partidárias entre o PT e o governo federal e com o governo estadual.” Conforme o ex-PM, pesou em sua decisão, a cidade não ficar isolada sem recursos dessas esferas. “Política é razão e não só emoção“, disse.

Fora de Rota

Já os candidatos Rodrigo Tavares (PRTB) e Adriana Afonso (PL) são incógnita para declaração aberta de apoio no segundo turno. Nesta quarta-feira, Tavares foi à Brasília se reunir com lideranças do partido e por meio das redes sociais afirmou:

“Somos a 4ª força política do município. Sabemos da nossa importância, Guarulhos tem importância nacional e também está em pauta.” Com a maior parte dos votos válidos, depois da candidata Fran Corrêa (PSDB), o candidato não apontou apoio nem ao PSD nem ao PT.

Já a candidata do PL, Adriana Afonso afirmou em suas redes sociais: “Agradeço cada uma das pessoas que nos apoiaram este ano. Continuarei firme, denunciarei e cobrarei as atitudes da próxima gestão que forem ao contrário do desejo do povo. E já aviso: só estou começando!”

Fran Corrêa usou as redes sociais nesta quinta-feira (19) para abordar o fato de que mais de 300 mil eleitores se absteram do voto em Guarulhos. Na publicação ela considerou que a decisão é ‘preocupante’ para a cidade. A tucana ainda declarou seu apoio para o segundo turno.