Alças de acesso para Dutra serão interditadas na região de Cumbica

Foto: Reprodução

As alças de acesso e as pistas marginais da Rodovia Presidente Dutra, entre os km 216 e 225 nos dos sentidos serão interditadas, a partir da próxima terça-feira (8). Os bloqueios vão acontecer das 9 às 16 horas até 13 de setembro.

A interrupção do fluxo de veículos será necessária para implantação de sinalização e do canteiro de obras por causa das construções finais do corredor de ônibus da avenida Santos Dumont, em Cumbica.

A Secretaria de Obras de Guarulhos informa que haverá outra interdição no mesmo trecho, entre os dias 14 de setembro e 14 de novembro, das 15h às 21h, para a execução das obras de implantação do novo viaduto entre os dois acessos existentes da Ponte de Cumbica.

Vias alternativas para trânsito

Durante o horário em que os acessos estiverem interditados, o motorista que trafegar da região da Base Aérea no sentido São Miguel e deseja seguir no sentido Rio de Janeiro da via Dutra deve retornar no ramo 100 em frente a Rua Satélite, voltar pela avenida Santos Dumont e entrar pela rua Manoel Vitorino.

Quem estiver na avenida Santos Dumont no sentido da Base Aérea deve entrar após o viaduto na Rua Holandesa, descer a Santos Dumont e ao lado do viaduto entrar na alça de acesso à direita e seguir pela via Dutra sentido São Paulo.

Prefeitura diz que entrega o corredor Santos Dumont em novembro

Em maio deste ano, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a implantação de um viaduto entre as pontes da avenida Santos Dumont em Cumbica. A estrutura está sob a Rodovia Presidente Dutra de concessão da empresa CCR Nova Dutra.

A Prefeitura de Guarulhos afirma que vai entregar a obra finalizada até novembro deste ano e considera parte fundamental do plano de melhoria da mobilidade urbana na cidade. Segundo, a administração municipal divulgou em julho, o corredor está com 65% das obras concluídas.

Mas, a entrega já foi adiada por duas vezes, a primeira previsão era para dezembro de 2018, e a segunda para abril de 2020, conforme divulgou a prefeitura em outubro do ano passado. Na época a avenida Santos Dumont passou por recape em praticamente toda sua extensão.

Com a implantação, espera-se aumentar a velocidade média dos coletivos, reduzindo o tempo gasto pelos usuários do sistema e desafogando o tráfego local. Mas, segundo apurou o Guarulhos Online, atualmente não passam nem 10 linhas de ônibus pela extensão total da avenida.

O corredor terá 5,7 km de extensão, incluindo pistas nos dois sentidos. Ele terá início na avenida Guinle e término na rua Cariri Açu. Os recursos são provenientes da Prefeitura e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana, do governo federal.

São seis estações de embarque, retorno na altura da rua Justino de Maio, uma ciclovia de 2,5 km entre as pistas e um viaduto de estrutura metálica sobre a rodovia Presidente Dutra. A obra é orçada em R$ 50,5 milhões, conta com execução do consórcio T-A Trail/Arvek.

Leia mais: