Apenas 19 das 69 UBS de Guarulhos vão vacinar gestantes e puérperas sem comorbidades

Foto: Divulgação

A partir desta terça-feira (08) este público pode efetuar o agendamento online para receber vacina da Covid-19

O cadastro da vacinação de gestantes e mulheres até 45 dias após o parto (puérperas) com mais de 18 anos e sem comorbidades abriu nesta terça-feira (08) em Guarulhos. O agendamento para esse público receber as doses contra a Covid-19 poderá ser feito através deste link.

Durante o cadastro é possível escolher a data, horário e uma das 19 Unidades Básicas de Saúde (UBS) que estão abastecidas com o imunizante Coronavac. São elas:

  • UBS Ponte Grande
  • UBS Jardim Vila Galvão
  • UBS Cecap
  • UBS Flor da Montanha
  • UBS Cidade Martins
  • UBS Continental
  • UBS Primavera
  • UBS Recreio São Jorge
  • UBS Vila Galvão
  • UBS Jovaia
  • UBS Marinópolis
  • UBS Haroldo Veloso
  • UBS Ponte Alta
  • UBS Vila Carmela
  • UBS Cummins
  • UBS Piratininga
  • UBS Santo Afonso
  • UBS Jurema
  • UBS Marcos Freire

Outros públicos

No momento, estão aptos a receber a vacina na cidade os trabalhadores da saúde, profissionais das creches e pré-escolas, pessoas com comorbidades e com deficiência permanente acima de 18 anos, pacientes com problemas renais em diálise com idade igual ou superior a 18 anos, aeroportuários, motoristas e cobradores, transplantados e imunossuprimidos de 18 anos ou mais.

Além disso, podem se vacinar independentemente de cadastro, bastando comparecer à UBS, quem tem idade igual ou maior que 60 anos e cidadãos com síndrome de Down de 18 anos ou mais. As doses para esses demais públicos são disponibilizadas em 66 UBS do município e também no Ambulatório da Criança (Centro).

Documentos

Além de documento de identidade com foto, CPF, cartão SUS e comprovante de residência, as pessoas com deficiência permanente precisam apresentar comprovante de recebimento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) da assistência social.

Já as demais, ou seja, com síndrome de Down, comorbidades, gestantes, puérperas, transplantados e com problemas renais devem levar a prescrição médica.