Breu assusta passageiros a menos de 600 metros do Shopping Maia

Foto: Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online

Quem transita pela Avenida Salgado Filho a noite, vê centenas de luzes brilhando em uma das vias mais movimentadas da cidade. Ela liga a região central, cruza com importantes avenidas como Tiradentes, Paulo Faccini e Suplicy e segue até o Vila Rio.

Mas, bem perto de onde está localizado o Parque Shopping Maia, passageiros do transporte coletivo passam apuros à espera de ônibus na altura do número 2.897. Isso porque uma das luzes do poste em frente ao ponto de parada está apagada.

Segundo relatos de quem passa por ali o medo é constante e o trecho em questão não tem nada de glamoroso. E o problema não é recente, além da luz apagada, nessa região há dois terrenos baldios, um de cada lado da rua, bem em frente ao ponto que não possui cobertura.

O lugar cheira mal e está com a calçada cheia de lixo e obstáculos pelo caminho, por não ter sido contemplado com a zeladoria que acontece antes das eleições. O descaso é perceptível e se transforma em insegurança para quem passa por ali.

A reportagem flagrou três mulheres cada uma com destino, paradas neste ponto. Todos os dias depois das 18h elas esperam o coletivo para voltar para casa. No local passam as linhas 711 [Pimentas – Vila Rio], 230 [Cocaia – Jd. Munhoz] e 361 [Taboão – Vila Galvão].

Entretanto, o caminho delas ao cruzar com o breu escuro pode ser marcado pela violência. Já que ser vítima de um assalto ou estupro não estão descartados. Carros e motos passam a toda hora, mas os coletivos demoram, vem lotados e nem sempre param neste ponto.

Questionada, a prefeitura não respondeu a solicitação da reportagem sobre de quem é a responsabilidade sobre o poste, nem sobre a limpeza, conservação e segurança do local. Enquanto isso, a via segue escura e suja e os passageiros contam com a sorte.