Com fim da concessão, Rodoviária do Cecap tem futuro incerto

Foto: Diário do Transporte

Os próximos dias serão decisivos sobre o destino do Terminal Rodoviário de Guarulhos, em documento emitido pelo Consórcio Terminal Guarulhos, responsável pela gestão do complexo, a empresa revela o fim das atividades no local no próximo dia 24. 

O acordo de comodato celebrado com a prefeitura em outubro de 2014, tinha como prazo de encerramento o mês de outubro do ano passado. A Socican disse ao Guarulhos Online que confirma a ruptura do contrato de concessão com a Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana.

Procurada, a Prefeitura de Guarulhos disse por meio de nota que O Terminal Rodoviário vai continuar suas operações normalmente. Uma reunião, nos próximos dias, definirá qual será a melhor solução, entre as propostas apresentadas, para a municipalidade e para a população”.

O Guarulhos Online apurou que o site Rodoviária de Guarulhos opera para venda de passagens em nove empresas de ônibus que levam a cerca de 69 destinos diferentes em diversas regiões do estado e do país partindo de Guarulhos.

De acordo com reportagem do Estadão de 2012, o Terminal Rodoviário de Guarulhos foi construído ao custo de R$ 18,9 milhões e integrava o conjunto de  obras viárias para Copa do Mundo no Brasil em 2014.

A rodoviária que só tem uma entrada e uma saída em quase 10 anos após sua inauguração, opera com salas comerciais vazias e as lojas que foram abertas hoje, estão a portas fechadas. O local abriga também um terminal de ônibus com linhas municipais e intermunicipais. 

Errata: O Guarulhos Online disse anteriormente nesta reportagem que “A rodoviária foi construída na área de um hangar de cargas desativado da falida Viação Aérea São Paulo (VASP)”, quando na verdade, no local existia um campo de futebol.