GRU Airport tem queda de 89% no tráfego de passageiros em maio

Foto: Marina Pinhoni

A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), reportou recuo de 89% no tráfego de passageiros em relação ao mesmo mês em 2019, para 339 mil passageiros. O transporte aéreo foi um dos setores que mais sofreu com efeitos da pandemia da covid-19.

Os voos e decolagens caíram 82%, para 3,9 mil. A carga transportada pelo aeroporto caiu 50% na mesma base de comparação, para 12,8 mil toneladas.

Houve melhora na comparação entre maio e abril deste ano. O tráfego de passageiros cresceu 5%, o número de voos e decolagens, 22%, e a carga transportada subiu 20%.

Os números foram divulgados pela Invepar, grupo que atua no segmento de infraestrutura em transportes no Brasil. Que além da GRU Airport, administra rodovias e as linhas 1, 2 e 4 do Metrô do Rio de Janeiro.

Ainda não se sabe por quanto tempo os aeroportos sofrerão com a drástica redução de voos, porém uma coisa é certa, a “normalidade” só deve ser restaurada após a criação de uma vacina para a covid-19, uma vez que a reabertura das fronteiras para viagens internacionais deve ser restabelecida somente após medidas que assegurem uma tráfego livre de riscos para os passageiros e países.