Guarulhos elege conselheiros do FunCultura


Na noite da última segunda-feira (14), foram conhecidos os representantes titulares e suplentes da sociedade civil que vão compor o Conselho Diretor do FunCultura. Os eleitos foram: Marcelo Mendonça, Roman Lopes e Mario Cabral de Almeida.

Os conselheiros exercerão seus mandatos pelo prazo de dois anos, podendo atuar por mais um período por decisão da Assembleia Plenária.

De acordo com o secretário de Cultura, Vitor Souza, que é representante do poder público no Conselho Diretor do FunCultura, a escolha dos novos membros da sociedade civil aponta para novos rumos e possibilidades de gestão do recurso: “O conselho tem por obrigação selecionar e acompanhar o andamento dos projetos financiados pelo fundo. Essa nova gestão carrega o desafio de se reinventar e atrair, assim, novas fontes para ampliar as vias de arrecadação que vão garantir o fomento às artes da cidade”, afirmou Vitor.

O Fundo Municipal de Cultura – FUNCULTURA foi criado pela Lei Municipal 5.947/2003 com a finalidade de prestar apoio financeiro a projetos de natureza artístico-cultural e ao desenvolvimento de programas culturais de produtores culturais do município.

A função de conselheiro será exercida gratuitamente e considerada serviço público relevante. Aos membros do Conselho Diretor compete administrar o fundo de cultura, aprovar os projetos culturais a serem financiados pelo Funcultura, avaliar a execução dos projetos culturais aprovados, entre outras atribuições.

 

 

 

 

Fonte: PMG
Foto: Reprodução