Matéria-prima para mais 5 milhões de doses da Coronavac desembarca em Guarulhos

Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

Voo com 3 mil litros em insumos chegou de Pequim no final da tarde desta terça-feira (25)

O voo responsável por trazer ao Brasil mais um lote composto por 03 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção de 5 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O Governador João Doria (PSDB), o Secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn e o Presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, acompanharam a chegada nesta terça-feira (25). Do Aeroporto, os insumos partem para a sede do Instituto Butanta.

A matéria-prima é enviada pela biofarmacêutica Sinovac, parceira do Butantan e nos laboratórios a substância é envasada, rotulada e passa pelo controle de qualidade. Após o processo, será entregue ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

A aeronave saiu de Pequim, na China, na segunda-feira (24) e fez escala em Amsterdam, na Holanda, antes de pousar em Guarulhos, em voo da Latam. Em abril foram recebidos 03 mil litros de IFA, em março, 8,2 mil litros de insumo que produz 14 milhões de doses.

Outros 11 mil litros de insumos desembarcaram no país em fevereiro. No final de 2020, o Butantan já havia recebido IFA que rendeu 3,8 milhões de vacinas. Em maio, o Butantan entregou 47,2 milhões de doses entregues ao PNI, cumprindo com o primeiro contrato.

Agora, trabalha para entregar 54 milhões de doses do segundo contrato, totalizando 100 milhões de vacinas. Das 47,2 milhões de doses já entregues à pasta federal, 41,2 milhões foram produzidas no complexo fabril do Butantan com insumos importados.

Até o final de setembro será concluída a nova fábrica no instituto, permitindo, a partir de dezembro, a produção integral das primeiras doses de Coronavac em solo brasileiro. Extinguindo a necessidade de importação da matéria-prima.