Obra viária para evitar enchentes tem bueiros entupidos e calçadas quebradas na Otávio Braga

Foto: Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online

Iniciada em abril, a obra orçada em R$ 5.184.571,49 na Avenida Otávio Braga de Mesquita passou meses com crateras enormes e redução de faixas de rolamento. Uma semana antes das eleições foi recapeada, após término da etapa de adequação de drenagem, água e esgoto.

O prazo previsto para o término dos trabalhos era de oito meses, mas, a conclusão final deve ocorrer somente em março de 2021, conforme informado pela prefeitura neste mês. A administração municipal afirmou também, que os valores são liberados de acordo com o andamento do cronograma.

A empresa Schunck Terraplenagem e Transporte Eireli foi contratada para a execução, segundo divulgou a Prefeitura em junho deste ano. O valor, conta com financiamento da Caixa Econômica Federal que fiscaliza o desempenho da obra.

Entretanto, a Secretaria de Obras responsável pelo desempenho da obra deixa de fiscalizar os trabalhos no que diz respeito a readequação das calçadas e a obstrução de galerias. A Prefeitura de Guarulhos afirma que a intervenção inclui recomposição das guias e sarjetas.

Foto: Marcela Vasconcelos – Guarulhos Online

Porém, nota-se que o trecho próximo a Praça Oito de Dezembro, por onde passam centenas de pedestres diariamente está completamente desajustado. A reportagem do Guarulhos Online acompanhou o local por uma semana e não viu nenhum trabalho sendo executado ali.

De acordo com a prefeitura, depois de pronta a via terá melhor fluidez do trânsito, com extensão dos “reflexos positivos” até a Jamil João Zarif. Entretanto, quem passa por ali todos os dias, sobretudo nos horários de pico, encontra trafego carregado nos dois sentidos.

Na prática, o recapeamento dessa região onde justamente as enchentes são mais avassaladoras, não melhorou a fluidez do trânsito, apenas tornou as viagens mais confortáveis. A preocupação de motoristas e pedestres com quem conversamos é quando o período de chuvas mais intensas chegar.

A região sofre com inundações intransitáveis que já abordamos aqui no começo de 2020, mas de acordo com a prefeitura as obras vão proporcionar mais segurança a pedestres e motoristas e ainda evitar as enchentes que atingem principalmente a região da Praça Oito de Dezembro.