Sem aulas, cartões estudantis são suspensos no transporte coletivo de Guarulhos

Foto: Fábio Nunes Teixeira

Com a extensão da suspensão do período de aulas, a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU) e a Guarupass, entidade que representa as empresas de ônibus de Guarulhos, irão suspender o uso do Bilhete Único Escolar e do Passe Livre Estudantil a partir da próxima segunda-feira (22). A medida deve ajudar a aliviar a lotação no transporte público em horários de maior movimento, já que – apesar da suspensão das aulas – esse público ainda vem utilizando o sistema para outras finalidades. 

Durante a suspensão também não haverá comercialização de créditos para essas duas modalidades de cartões, que só será retomada quando ocorrer a volta efetiva das aulas. A medida já é utilizada durante o período de férias escolares, quando esses tipos de bilhetes têm sua recarga bloqueada.

Já os cartões Sênior (gratuidade para pessoas com mais de 60 anos), Bilhetinho (gratuidade para crianças de 3 a 6 anos) e Gratuidade (para pensionistas que recebem até dois salários mínimos e aposentados que recebem até três salários mínimos) só poderão ser utilizados em momentos específicos, fora do horário do pico, ou seja, apenas entre as 10h e 15h e após as 20h. 

A STMU fez um levantamento, no início de junho, que apontou que apenas 34% dos passageiros que utilizam o transporte durante a pandemia são trabalhadores de serviços essenciais.

Mesmo sem aulas presenciais tanto na rede estadual quanto na municipal, estudantes representam 3% do total dos passageiros do transporte público. Os idosos atingem 11% e, por estarem no grupo de risco, deveriam ao máximo evitar sair de casa, fazendo-o somente em caso de absoluta necessidade.

A medida visa a diminuir as aglomerações no transporte público municipal durante o período da pandemia da Covid-19. Cálculos apontam que a redução de passageiros pode girar em torno de 10% a 15% com a implementação das novas regras.