Viação Atual é segunda empresa de ônibus que encerra atividades entre Guarulhos e São Paulo durante a pandemia

Foto: Divulgação/EMTU

Essa semana, mais uma empresa de ônibus vinculada à Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) deixou de operar na cidade. Desta vez, a Viação Atual alegou problemas financeiros e colocou à disposição do consórcio as linhas que operava. São elas:

  • 095 – Guarulhos (Terminal Taboão) – São Paulo (Metrô Brás)
  • 253 – Guarulhos (Jardim Paraíso) – São Paulo (Metrô Penha)
  • 591 – Guarulhos (Jardim Paraíso) – São Paulo (Metrô Penha)

A empresa destinou um comunicado ao sindicato da categoria informando a ruptura na operação. Esta é segunda empresa que presta de serviços entre Guarulhos e São Paulo, a parar de operar, alegando dificuldades financeiras.

Como mostrou o Guarulhos Online, a Real Transportes não faliu, mas deixou de operar em 01 de abril, 5 linhas entre Guarulhos e São Paulo com a justificativa de desajuste de contas. A empresa já passava por um processo de recuperação judicial.

De acordo com a EMTU, as empresas Vila Galvão e Transdutra operam as linhas destas duas empresas que encerraram as atividades durante pandemia. Questionada sobre o aumento da demanda de passageiros nas próximas semanas devido a flexibilização EMTU disse:

“De acordo com o contrato de concessão com a EMTU/SP, o Consórcio Internorte, responsável pela área 3 de operação (Guarulhos e região), pode operar as linhas sob sua responsabilidade com qualquer uma das empresas que o compõe, devendo manter a programação determinada nas Ordens de Serviço Metropolitano.”

A EMTU afirmou que a operação não foi prejudicada pelo ocorrido. Entretanto, não respondeu ao ser indagada, se as empresas Vila Galvão e Transdutra terão carros suficientes para suprir a demanda de suas operações e mais as linhas acopladas.

Segundo o Sincoverg, sindicato da categoria, depois do anúncio na segunda-feira (01) reuniões estão acontecendo com a Viação Atual para negociar os dividendos e a situação futura dos ex funcionários, semelhante ao que houve com a Real Transportes.