Vai viajar? Chile reabre fronteiras, porém com exigências

Foto: Reprodução

Fechados desde o fim de março, o Chile, nosso parceiro de Mercosul, reabriu suas fronteiras ontem, dia 23 de novembro, porém com algumas exigências: 

1. Todos que entram devem apresentar um PCR negativo realizado até 72 horas do dia do voo 

2. Formulário de declaração de saúde, que deve ser preenchida até 48 horas antes do embarque, pelo link www.c19.cl com informações sobre seu estado de saúde 

3. Seguro saúde com cobertura mínima de U$ 30.000,00 e especifique tratamento do coronavírus 

Além destas três exigências para passageiros chegando de qualquer país, há mais uma exigência para aqueles que chegam de países com alto risco de contaminação (no caso, o Brasil é um destes países): uma quarentena de 14 dias é exigida. 

O ministério da saúde chileno criou também um aplicativo, que deve ser instalado no celular no momento de chegada, e permitirá o rastreamento dos passageiros. Estas medidas serão tomadas durante as duas primeiras semanas de abertura do país, até dia 07 de dezembro. 

A única porta de entrada liberada nesta primeira fase é o Aeroporto Comodoro Arturo Merino Benitez, localizado na cidade de Santiago. Todas as demais fronteiras do país permanecem fechadas. 

Para os viajantes cujo destino seja uma região diferente da de Santiago, porta de entrada poderão prosseguir viagem nas primeiras 24 horas após a entrada no país, da maneira como acharem melhor, cumprindo todas as medidas sanitárias pertinentes. 

Com essa reabertura de fronteiras, alguns pontos turísticos já se preparam para receber turistas estrangeiros, inclusive o Parque de Torres del Paine, uma das atrações mais procuradas por turistas do mundo todo, deve reabrir suas portas no próximo dia 26, quinta-feira. 

Já no Atacama, no extremo norte, a previsão de reabertura é somente na primeira semana de dezembro, e ainda assim, sem definição de quais pontos serão reabertos ao turismo. Quanto à taxa de contaminação no país, ela é considerada estável, tendo “somente” pouco mais de 542 mil infectados de março até a data atual, sendo 15 mil mortos até o momento.

Lembrando que o Chile é um país de 19 milhões de habitantes, bem pequeno se comparado ao Brasil. A partir do dia 07 de dezembro podem surgir surpresas, ou até mesmo uma maior flexibilização dessas regras. Aguardemos. 

*Rebeca Godoy é especialista em turismo, formada em Hotelaria pela Universidade Anhembi Morumbi, com MBA em Marketing pela Business School São Paulo. Concentrando seus trabalhos na área de prestação de serviços, direcionou-se ao mundo do turismo pela sua paixão em viajar. Aos 23 anos, fez uma especialização na University of Central Florida, onde trabalhou na Disney. Hoje, aplica seus conhecimentos e experiência nas consultorias aos seus clientes. Vivendo em Santiago do Chile, quer viajar o mundo escrevendo sobre turismo, e ajudando outras pessoas a viajarem Brasil e mundo afora.