A cada 17 minutos um ônibus da EMTU apresenta falhas, mostra levantamento de 2020

Foto: Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online

A cada 17 minutos um ônibus que presta serviços para a EMTU sofre alguma falha. A afirmação se dá a partir do levantamento feito pelo SP2 da TV Globo, por meio da Lei de Acesso à Informação e publicado pelo G1.

De janeiro a setembro de 2020, a pesquisa apontou que os ônibus do sistema intermunicipais tiveram problemas variados, como panes elétricas, problemas nas portas, nos freios e também porque alguns ônibus não ligavam.

Durante os oito meses foram 23.947 falhas nos ônibus da EMTU, que é de responsabilidade do governo do Estado de São Paulo. Os principais problemas foram mecânicos, como pneu furado e falta de embreagem.

O levantamento mostra ainda uma linha de Itapecerica de Serra, uma outra, de Arujá, estão no topo das mais problemáticas. A terceira com mais registros é liga a Praia Grande a Santos.

Apesar do levantamento não mostrar as linhas de Guarulhos, os usuários colecionam reclamações diariamente. Esses problemas podem afetar a pontualidade dos ônibus e os atrasos constantes são o maior motivo de reclamação dos passageiros.

A EMTU informou que as linhas mencionadas pela reportagem cumpriram cerca de 341 mil viagens e percorreram 10 milhões de quilômetros de janeiro a setembro de 2020. A empresa disse ainda que realiza inspeções regulares na frota e que cerca de 400 itens verificados estão relacionados à segurança, manutenção e conservação do coletivo.

E, ainda, que as irregularidades apontadas são apuradas e, caso constatada a responsabilidade por parte das empresas concessionárias, estas estão sujeitas às sanções contratuais.