Baile da Aglomeração: Pancadões continuam a acontecer durante pandemia em Guarulhos

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Os pancadões continuam acontecer frequentemente durante a pandemia e não só aos finais de semana. Jovens se aglomeram nas ruas e carros com música muito alta e motos incomodam não só vizinhos, mas moradores de toda uma região.

Esses eventos são organizados pelas redes sociais e alguns tem distribuição de panfletos para avisar os detalhes das festas. É possível ouvir o barulho de longe e geralmente madrugada adentro.

Durante lives em suas redes sociais o Prefeito Gustavo Henrique Costa (PSD) tem mencionado “A retomada econômica depende de todos nós, não vencemos o coronavírus”, apontou o Prefeito. Ele assumiu que a cidade não tem efetivo suficiente para fiscalização de bailes e festas e que nas palavras dele ‘não é hora para gandaia’.

A Guarda Civil Municipal (GCM) encerrou um baile funk que aconteceu neste domingo (05) na região do Cabuçu, não houve confronto. Imagens que circularam nas redes sociais revelaram a dispersão após a chegada dos guardas.

Além do agravamento do risco de contaminação pela Covid-19, o consumo de álcool e drogas durante os bailes é frequente. Por isso, munícipes tem procurado a reportagem GO para cobrar fiscalização por parte da Prefeitura e da Polícia.

Há relatos ainda, de pancadões frequentes na região do São João, Presidente Dutra e Pimentas. “Vamos dividir essa responsabilidade” pediu Guti para que as pessoas colaborem na conscientização e fiscalização.