Cidades do Alto Tietê terão restrição de circulação a partir de sexta-feira (26)

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

Medida anunciada hoje pelo estado visa conter festas e aglomerações para barrar elevação em UTIs

A partir de sexta-feira (26) será restrita a circulação de pessoas no período das 23h às 5h, em decisão que atinge todo o Estado e segue até o dia 14 de março. O objetivo é conter festas e aglomerações para reduzir o aumento de casos e internações por coronavírus.

As regras da Fase Amarela continuam vigentes no Alto Tietê e os serviços essenciais continuarão a funcionar normalmente durante qualquer período. Também não haverá advertência, multa ou impedimento à circulação de trabalhadores.

Mas a fiscalização será reforçada contra aglomerações em qualquer horário e eventos ilegais ou proibidos aos finais de noite e madrugadas. As rondas serão feitas pela Polícia Militar e Procon, além de equipes de fiscalização e vigilância sanitária dos municípios, com previsão de multa em caso de descumprimento.

Na região do Alto Tietê a taxa de ocupação de leitos é de 63,6%, com estabilidade nos últimos dias. Porém, os novos casos cresceram 9,5% nos últimos 14 dias e os óbitos tiveram alta de 10,7%, com média de 6,5 casos por 100 mil habitantes.

Apesar das novas medidas de restrição no período noturno, a região segue na Fase Amarela do Plano São Paulo, que prevê a permissão de 40% de ocupação. Entre os setores que podem funcionar estão academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais.

Entretanto, com expediente de até dez horas diárias para restaurantes e 12 horas para as demais. O atendimento presencial deve ser encerrado às 22h em todos os setores. Nos bares, a regra é para que as portas fecham mais cedo, às 20h, o cumprimento, no entanto depende da fiscalização efetiva do poder público.