Estado atribui números recordes do coronavírus a falhas no sistema do Ministério da Saúde

Foto: Reprodução

O estado de São Paulo registrou nesta quinta-feira (23), 20.894 óbitos e 452.007 casos confirmados do novo coronavírus. Ontem houve um recorde nos números acumulados em território paulista, o que levou o governo a se manifestar sobre o assunto por meio de nota.

Mas, de acordo com a Comunicação de São Paulo, o sistema oficial de notificação de casos leves de Covid-19, o E-SUS do Ministério da Saúde registrou instabilidade. Por essa razão, houve dificuldade na inserção de dados dos municípios e resultou num represamento de dados.

A Secretaria de Saúde informou que os altos índices não significam um crescimento na transmissão do coronavírus. O assunto foi abordado durante a coletiva da saúde desta quinta. O boletim apresenta entre as vítimas fatais, 12.038 são homens e 8.856 mulheres.

Durante a semana passada, a saúde municipal também manifestou a instabilidade do sistema de preenchimento dos dados diários da Covid-19. Ainda sim, tanto estado como prefeitura tem destacado os números positivos da doença como a taxa de cura decorrentes das altas.