Estado de SP terá aulas online de educação financeira a partir de agosto, segundo Febraban

Foto: Reprodução

A Federação Brasileira de Bancos e a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo firmaram uma parceria para propor aulas de educação financeira. O conteúdo será para alunos e professores da rede estadual de ensino.

A previsão é que as aulas comecem a ser transmitidas na segunda semana de agosto. Ao todo, serão 24 aulas, de 45 minutos cada, sendo 2 aulas por semana, por um período de 3 meses para o ensino fundamental (5º ao 9º ano) e ensino médio (1ª a 3ª séries).

As aulas serão transmitidas a partir de estúdios da Secretaria e poderão ser acompanhadas, ao vivo, pelo site, aplicativo e página do Facebook do Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP) e, ainda, pelos canais TV Educação e TV Univesp.

Com linguagem conectada com situações do cotidiano dos adolescentes, as aulas usarão recursos interativos, como diálogo via chat, apresentação de vídeos, desafios, jogos de perguntas e respostas, para despertar a reflexão dos jovens sobre os temas propostos.

Segundo a Febraban o objetivo é:

  • Produzir (De onde vêm e a que custo são gerados meus recursos?)
  • Trocar (As trocas que faço valem a pena?)
  • Consumir (Quanto custam minhas escolhas de consumo?)
  • Administrar (Como analiso e gerencio meus recursos financeiros?)
  • Poupar (Como me preparo para os desejos e necessidades de amanhã?)

Dentro dos eixos temáticos, as aulas abordarão temas diversificados de educação financeira como:

  • fontes de renda, tipos de remuneração, impostos sobre a produção e comercialização de bens, patrimônio, leis da oferta e demanda, formação de preços, consumo consciente, economia doméstica, compra por impulso, características do crédito, direitos do consumidor, endividamento, poupança, entre outros assuntos.

A reportagem do Guarulhos Online aguarda o posicionamento da Secretaria de Educação para a atualização da matéria.