Golpe do PIX, saiba como evitar roubo de dados durante o cadastramento

Foto: Reprodução

A escolha da chave deve ser feita somente por meio do aplicativo do seu banco

O PIX, novo sistema de pagamentos instantâneo criado pelo Banco Central, mal foi lançado e já é alvo de golpistas. Criminosos tem utilizado de sites e aplicativos falsos, que são acessados por meio de links no WhatsApp, email e SMS para confundir usuários do sistema bancário.

O sistema ainda não está em vigor, só será possível fazer pagamentos e transferências a partir de 16 de novembro. Mas, no começo deste mês, os bancos liberaram as chaves para cadastramento dos clientes interessados em utilizar o serviço.

Entretanto, diversos golpes tem sido aplicado por todo país levando pessoas sem conhecimento prévio a fornecer seus dados aos contrabandistas. Segundo alerta a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) os bancos não são autorizados a pedir dados por meio de telefone ou email.

Caso seja alvo deste tipo de manobra, desconsidere ou procure denunciar por meio dos canais do seu banco. O cadastramento das chaves do PIX, deve ser feito por meio do aplicativo do seu banco, ou seja, o PIX não tem um aplicativo ou site próprio para cadastramento.

O PIX surgiu com a proposta de substituir TED e DOC, os atuais sistemas em que utilizamos hoje, a iniciativa é zerar as taxas destes serviços. Além disso, ele poderá ser utilizado por pessoas físicas e empresas com a comodidade de operações 24 horas por dia e sete dias por semana.

Portanto, algumas dicas importantes para evitar cair em golpes

  • Não clique em sites com links maliciosos;
  • Nunca repasse chaves de segurança e acesso;
  • Jamais informe seus dados por telefone, email e SMS;
  • Evite acessar sites nem baixe aplicativos que prometem de cadastrar no PIX;
  • Desconfie de descontos e promoções que envolvam o PIX.

Ouça o Podcast ‘A Pauta’ sobre o PIX e tire mais dúvidas