Governo reforça orientação para evitar viagens no feriado prolongado

Foto: Mário Angelo

Mensagens serão veiculadas nos painéis instalados nas rodovias estaduais alertando os riscos de contaminação

Com a aproximação do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, a Secretaria Estadual de Logística e Transportes, o Departamento de Estradas e Rodagem (o DER), a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) e as concessionárias ressaltam evitar viagens desnecessárias e a exposição ao risco de contaminação da Covid-19.

Para isso, mensagens com recomendações do protocolo vigente da quarentena serão veiculadas nos painéis eletrônicos distribuídas na malha rodoviária paulista. 

As altas temperaturas e a flexibilização das atividades podem ser consideradas atrativas para viagens de lazer, principalmente para o litoral paulista, onde a movimentação costuma ser maior. 

No entanto, autoridades de saúde alertam que a Covid-19 continua sendo transmitida e o cumprimento do protocolo estabelecido pelo Governo do Estado, desde o início da pandemia, ainda é necessário.  

As mensagens de conscientização veiculadas pelo DER e pelas concessionárias reguladas pela ARTESP serão as seguintes:  

  • Respeite a quarentena.
  • Se puder, fique em casa.
  • Previna-se contra o coronavírus.   
  • Evite aglomerações.   
  • Use máscara.   
  • Proteja sua vida e a dos outros. 
  • Os avisos também serão reforçados pelas redes sociais dos órgãos estaduais e concessionárias.  

As concessionárias Rota das Bandeiras e Ecopistas, que administram as rodovias que dão acesso ao Santuário, terão ainda mensagem adicional em razão da possível presença de romeiros nas rodovias.

No entanto, neste ano, o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida anunciou que o público não poderá acompanhar presencialmente as missas, que receberão apenas os integrantes da Arquidiocese e serão transmitidas pela internet. Além disso, o número de visitantes nos demais espaços será restrito.  

Mesmo com a recomendação para evitar viagens, o DER e as concessionárias mantêm equipes de atendimentos nas estradas, preparadas para a prestação de serviços essenciais aos usuários, como socorro mecânico, guincho e ambulância, além das equipes de monitoramento dos Centros de Controle Operacionais (CCOs) e da manutenção da malha, com serviços de conservação do pavimento e sinalização.  

Somente nas rodovias administradas pelo DER, serão disponibilizados 327 recursos dentre guinchos, viaturas, caminhonetes de inspeção para atendimento aos usuários. Estarão atuando, em esquema de plantão, 1.805 funcionários divididos entre os trabalhos em campo, atendimentos telefônicos de emergência e monitoramento rodoviário durante 24h, ininterruptamente.  

Prevenção 

Medidas para reforçar a higiene e reduzir o risco de contágio nas praças de pedágio também serão adotadas, como a disponibilização de álcool em gel para os operadores e para os usuários. Algumas concessionárias de rodovias vão distribuir máscaras aos motoristas que passarem pelas praças de pedágio, com o objetivo de ajudar na prevenção à Covid-19. 

Em caso de viagens imprescindíveis, atente-se para uma condução segura: 

Motoristas: 

  • Faça uma checagem dos equipamentos de segurança; 
  • Evite distrações ao dirigir nas rodovias, como o uso de celular; 
  • Não dirija com sono ou cansado; 
  • Respeite os limites de velocidade; 
  • Só ultrapasse se tiver certeza; 
  • Use corretamente as sinalizações; 
  • Mantenha uma boa distância do veículo que trafega à frente. 

Motociclistas: 

  • Ligue o farol assim que sair de casa, mesmo de dia, a visualização da moto fica muito mais fácil e nítida para os outros condutores; 
  • Atente-se a mudar a calibragem dos pneus quando for transitar com garupa; 
  • É essencial usar capacete e todos os itens de segurança; 
  • Instale na sua moto uma antena para se prevenir contra acidentes com linhas de pipa;
  • Nunca trafegue pelo acostamento, esses locais devem ser usados apenas em casos de emergência ou problemas mecânicos; 
  • Não beba antes de dirigir ou não faça uso de medicamentos que alterem seu estado de atenção; 
  • Cuidado ao ultrapassar veículos de grande porte, como ônibus e caminhões. O deslocamento de ar causado por esses veículos pode desestabilizar a moto; 
  • Em pista molhada, redobre a atenção. Tenha uma postura defensiva e antecipe-se a situações de risco freando antes do que seria normal. 

Ciclistas: 

  • Grupos de ciclistas não podem mais trafegar por vias federais sem autorização da Polícia Rodoviária Federal. Independente da quantidade de integrantes, os organizadores devem solicitar uma liberação junto à Polícia Rodoviária Federal (PRF) antes de circular pelas rodovias federais em todo país, mesmo que estejam fazendo apenas um passeio; 
  • O ciclista deve estar atento ao fluxo de veículos, já que muitos motoristas não respeitam a distância mínima do ciclista, recomendada em 1,5 metro; 
  • Evitar rodovias com tráfego intenso de caminhões. Ao realizar uma ultrapassagem, os caminhões geram correntes de ar e isso pode desequilibrar o ciclista; 
  • Não dependa de sinal de mãos para ser visível, use equipamentos refletivos; 
  • Mantenha-se hidratado; 
  • Revise a estrutura de sua bike antes de sair com ela. 

Pedestres: 

  • Caminhe no sentido contrário ao tráfego, em fila indiana (se estiver em grupo), o mais distante possível do acostamento;  
  • Caminhe apenas durante o dia. Evite caminhar a noite ou de madrugada;  
  • Use roupas claras e coloridas. Se possível, use faixas ou coletes refletivos. Dessa forma, aumenta ao máximo a sua visibilidade para os motoristas;  
  • Mantenha sua atenção sempre em alerta, rodovias é espaço para veículos, não para pedestres;
  • Se estiver chovendo, interrompa sua caminhada.