Greve dos Correios não tem data para acabar, audiência de acordo foi marcada para amanhã (11)

Foto: Divulgação/Correios

A greve dos correios não tem prazo para terminar, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentec). Mas, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) marcou a audiência de conciliação para esta sexta-feira (11).

Cerca de 70% dos funcionários aderiram à paralisação, o que para muita gente é motivo de desespero, já que milhares de encomendas oriundas de compras pela internet dependem do serviço para entregas por todo o Brasil.

A principal demanda da categoria é a continuidade do acordo coletivo firmado em 2019 com a empresa, que foi suspenso em razão da pandemia. Os trabalhadores também são contra a privatização da empresa.

Entretanto, há quem defenda ainda mais a concessão dos Correios à iniciativa privada já que a iniciativa faz parte da agenda do Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do Ministro da Economia, Paulo Guedes.