Guarulhos deve ter um novo hospital para crianças e adolescentes, mas ainda sem data para construção

Área no Macedo onde deve ser erguido o novo hospital - Foto: Lucas Dantas/PMG

Guarulhos terá um novo hospital municipal voltado ao atendimento de crianças e adolescentes. Chamado pela Prefeitura de HCGru deverá ser construído numa área do município no bairro do Macedo, com recursos da iniciativa privada.

O projeto teve início em 2018, quando o Departamento de Incentivo às Parcerias Público-Privadas da Prefeitura iniciou as tratativas com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Através do Programa de Parcerias e Investimentos do governo federal um acordo de cooperação técnica efetuou o planejamento e estruturação de projetos de desestatização.

O prefeito revelou que, no último dia 10 de junho, o projeto do HCGru foi qualificado no PPI – Programa de Parcerias e Investimentos, em reunião do CPPI (Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos).

Guti que foi à Brasília e se aproximou do presidente Jair Bolsonaro à época da reunião que contou com a participação de Bolsonaro e mais dez ministros.

O novo hospital, que irá dobrar a capacidade de atendimento ao público entre zero e 17 anos, deve ocupar uma área da Prefeitura na rua Claudino Barbosa, onde hoje funciona uma garagem municipal.

A previsão é de 150 leitos, entre internação e apoio, incluindo áreas novas de especialidades. O complexo contará com setores exclusivos para observação e internação, que serão separados em razão do sexo e da idade.  

Atualmente, o Hospital Municipal da Criança e Adolescente, único público exclusivamente infantil em toda a região do Alto Tietê, funciona em um prédio alugado na região central, com 74 leitos.

Segundo a Prefeitura o gasto, somente em aluguel são R$ 76 mil por mês, além do custeio estimado em aproximadamente R$ 3 milhões por mês. A nova construção não acarretará custos ao município.

O futuro parceiro privado ficará responsável pelo investimento em infraestrutura, realizando as obras, adquirindo os equipamentos e materiais necessários para a operação do complexo e atendimento aos pacientes.

O Projeto

– Estrutura: construção em formato horizontal

– Endereço: rua Claudino Barbosa, 709, esquina com a rua Madalena s/nº, Macedo

– Leitos: 150 nas clínicas médica, cirúrgica, psiquiátrica e ortopédica, divididos em leitos de emergência, enfermaria, UTI, centro cirúrgico e hospital-dia.

– Apoio ambulatorial: 22 especialidades e cirurgias eletivas, incluindo apoio diagnóstico com ressonância, tomografia, ultrassonografia, nasolaringoscopia e raio X.