Guarulhos solicita ao Estado e à União vacinação prioritária da Covid-19 para professores e equipe escolar

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Guarulhos protocolou nesta segunda-feira (11) documentos em que solicita aos governos estadual e federal, a inclusão de professores e funcionários escolares nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19. A ideia é dar sequência ao cronograma de volta às aulas previsto para início na rede pública em fevereiro.

O Executivo municipal argumenta que a imunização é importante para tranquilizar os educadores e as famílias que temem o retorno das atividades presenciais. Além disto, a iniciativa é evitar o agravamento da evasão escolar por insegurança sanitária.

De acordo com o documento, “o esforço dos professores para reinventar a escola mediante plataformas online e televisivas no último ano deve ser reconhecido e valorizado, porém, a socialização e o aprendizado dentro do ambiente escolar, com segurança para todos, não podem ser substituídos”.

A carta também pontua a preocupação com o estado emocional dos profissionais e os riscos de contaminação e transmissão no serviço, transporte e áreas compartilhadas. Para o prefeito, a imunização seria ideal para assegurar aos profissionais que, muitas vezes, trabalham em mais de uma escola não se tornem vetores capazes de carregar o vírus para outros ambientes.

Guarulhos já se prepara para instalar grandes polos simultâneos de vacinação na cidade. No entanto, todo esse planejamento vai depender do quantitativo de doses a serem destinadas ao município, que é o segundo maior do Estado, com 1,4 milhão de habitantes.

Cerca de 297 mil seringas e agulhas específicas para vacinação contra a Covid-19 já foram encaminhadas pelo Governo do Estado e estão em estoque. A aplicação das doses vai acompanhar o calendário estadual que estipula a data de 25 de janeiro para início da imunização.