Ministro da Educação atribui suicídio entre os jovens à falta de propósitos

Foto: Reprodução/Facebook

Esta quinta-feira (10) é celebrado o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, e o ministro da Educação, Milton Ribeiro, atribuiu o problema à falta de fé e propósito em grupos como jovens e adolescentes, que no Brasil tem altos índices de mortalidade por esta causa.

A faixa etária de 15 a 24 anos, tem como a segunda maior causa morte, o suicídio, segundo relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A declaração foi dada durante o evento do Ministério da Saúde para lançar as Ações de Educação em Saúde em Defesa da Vida. O mês de setembro é lembrado pela campanha nacional contra o suicídio e reforça a atenção que o tema exige.

“Temos hoje no Brasil, no meu diagnóstico, por essa quebra de absolutos e certezas, verdadeiros zumbis existenciais, não acreditam mais em nada: Deus, política. Eles não têm nenhuma motivação, esse sistema faz parte de pedagogias equivocadas,” disse Ribeiro.