Prefeito de Mogi propõe Lockdown no Alto Tietê, Guti e demais negam

Foto: Divulgação/PMG

Segundo o Consórcio dos Prefeitos, um lockdown só seria efetivo se atendesse toda Grande São Paulo

O Consórcio de Desenvolvimento de Municípios do Alto Tietê informou nesta segunda-feira (29) que os prefeitos do Condemat rejeitaram a proposta de lockdown na região. A iniciativa foi do prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Podemos), segundo nota do Consórcio.

O Conselho de Prefeitos se reuniu mais cedo, para discutir assuntos referentes à pandemia. A mesma proposta havia sido feita anteriormente, mas para toda Região Metropolitana de São Paulo, porém também foi negada pela maioria.

O argumento que descarta um lockdown regional é o fato de muitos munícipes morarem em um município e trabalham em outro. Grande parte desses trabalhadores depende diariamente do sistema de transporte público estadual como EMTU, Metrô e CPTM.

A reportagem do Guarulhos Online consultou fontes do governo municipal para entender como o prefeito vê a adoção de um lockdown regional. Até o momento, Guti (PSD) não se manifestou a respeito e a cidade segue as restrições da fase emergencial.

Esta é a etapa mais dura do Plano São Paulo, que mantém somente serviços essenciais em funcionamento. Comércios fora desse eixo devem ficar fechados para o atendimento do público de forma presencial.