Presidente revoga decreto e chama de ‘falsa a privatização do SUS’ medida assinada por ele

Foto: Isac Nóbrega/PR

Após repercussão de forma negativa do decreto assinado por Jair Bolsonaro (sem partido) sobre uma possível privatização da ala básica do SUS, o presidente revogou a medida. De acordo com o decreto, haveria margem para realização de estudos de parcerias entre os setores público e privado.

Entretanto, a medida foi criticada por autoridades políticas durante o dia nas redes sociais e ainda por especialistas. O anúncio da revogação foi feito por meio das redes sociais de Bolsonaro que apontou que em momento nenhum sinalizava privatizar essa ala do SUS.