Queimadas em Guarulhos aumentam durante outono em áreas de proteção ambiental

Foto: Leitor (GO)

A cada semana, a incidência de queimadas que ocasionam proporcionalmente o desmatamento tem crescido em Guarulhos, nas áreas onde deveria haver ampla preservação ambiental. A última ocorrência aconteceu nesta sexta-feira (22) na Vila Rio de Janeiro.

Próximo da região, há uma comunidade indígena que sofre com desassistência social e luta para preservação de sua cultura na região. Vídeos circularam ontem, nas redes sociais mostrando a proporção do fogo que tomou conta da área por algumas horas.

A fuligem chegou à região do Maia e Paraventi e deixou as residências desses bairros tomadas pelos vestígios da queimada. Leitores do Guarulhos Online entraram em contato com a redação para alertar sobre o ocorrido na tarde de ontem.

Entretanto, ainda não há informações oficiais da ocorrência, mas, para esses casos a administração municipal informa que o corpo de bombeiros deve ser acionado. Enquanto isso, a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) diz apenas que suas equipes realizam vistorias diárias nas áreas de interesse ambiental da cidade.

Mas, a reportagem ligou para o disque denúncia da cidade (0800-772-2006) na semana passada para alertar sobre uma situação de desmatamento e queimadas na região do Jd. Vila Rica. Formos informados de que só seria possível deslocar um carro à uma ocorrência mediante a apresentação do endereço exato do local.

Esse não é a primeira vez que reportamos casos dessa magnitude, há cerca de algumas semanas o GO abordou o desmanche de um loteamento irregular no Cabuçu. Antes, tudo começou com queimadas e desmatamento bem próximos ao Parque Estadual da Cantareira.