Sara Giromini do ‘300 do Brasil’ deve deixar a prisão no fim da noite

Foto: Sérgio Lima/Poder360

A líder do grupo extremista “300 do Brasil”, Sara Geromini, que ficou conhecida como Sara Winter, será liberada da Penitenciária Feminina do Distrito Federal. A segurança do presídio será reforçada para a saída da ativista prevista para o fim da noite.

Sara Giromini foi presa no último dia 15, após decisão do ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF). Depois de 10 dias na cadeia ela deve ser liberada às 0h desta quinta-feira (25).

O pedido de prisão foi feito no âmbito do inquérito que apura a realização de atos antidemocráticos, que está sob relatoria do ministro. Ela é acusada de organizar e captar recursos financeiros para esses atos.

Mas, a aliada do presidente teve o pedido de habeas corpus negado pela ministra Carmem Lúcia do STF. O grupo que ela integra, pede o fechamento do Congresso e do STF e uma intervenção militar, com a manutenção de Jair Bolsonaro no poder.

Sara foi um dos alvos da operação da Polícia Federal ocorrida no último dia 27 no âmbito do inquérito das fake news, também relatado Moraes. Após a operação, a ativista divulgou nas redes sociais ofensas ao ministro e à Corte.