Se a prefeitura ajuda vocês, tem que ajudar taxistas e micreiros, diz Americano aos transportadores escolares

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na noite desta segunda-feira (06) o Secretário de Governo, Edmilson Americano se posicionou diante do movimento chamado ‘S.O.S Transporte Escolar’. Durante a live diária do Prefeito Guti ele respondeu aos comentários que frequentemente aparecem nas transmissões.

Durante as lives condutores do transporte escolar pedem socorro à Prefeitura de Guarulhos, já que sentem lesados pela atual conjuntura. São mais de 100 dias desde o início da pandemia, que fechou as escolas, ainda sem data definida para reabrir.

Segundo o Secretário, a Prefeitura não tem condições financeiras de arcar com uma remuneração fixa aos condutores do transporte escolar. “Não temos caixa para isso, se dermos à vocês, temos que dar aos taxistas e os micreiros”, apontou.

Americano diz que precisa ser ‘honesto’ e revelou que a Prefeitura perdeu a receita de 600 milhões em impostos por causa do estado de calamidade pública. Entretanto, diz que a atual administração municipal destinou 200 cestas básicas aos condutores.

Mas, ainda segundo o secretário, os condutores não se encaixam no perfil do Cadastro Único para receber as cestas, destinadas à famílias que ganham até R$ 89. Edmilson disse que deveriam procurar pela ajuda do auxílio federal de R$ 600.

Entretanto, nem todos da categoria tiveram acesso ao recurso. O Guarulhos Online revelou a situação dos condutores do transporte escolar em maio. Muitos estão vendendo as vans ou se arriscando transportando mercadorias para se sustentar nesse período.

À época, os transportadores batalhavam por uma agenda com o Secretário de Governo, Edmilson Americano, que durante a live de ontem, revelou que as reuniões aconteceram. Mas, a Prefeitura não atendeu à reivindicação dos condutores.