Secretaria da Educação pede opinião dos pais por meio de consulta pública sobre a volta às aulas em Guarulhos

Foto: Reprodução/Stap

Nesta sexta-feira (24) por meio de live nas redes sociais do prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) a prefeitura anunciou uma determinação prevê até 31 de agosto a continuidade da suspensão das aulas presenciais.

Mas de acordo com o prefeito, a decisão não significa que as escolas municipais deverão reabrir a partir de setembro. A medida se estende também ao ensino privado nas escolas particulares.

Por essa razão, a Secretaria de Educação do município disponibilizou uma consulta pública no Portal da Educação para que pais, responsáveis e profissionais ligados à pasta opinem sobre o retorno das aulas presenciais.

Ao entrar no site o usuário deverá preencher seu CPF, nome e responder a três questões objetivas. Só é possível responder uma única vez por CPF. Após clicar em Salvar a resposta será computada. Não há prazo final determinado para opinar. É possível responder a pesquisa clicando aqui.

Durante a pandemia as aulas remotas foram disponibilizadas na internet por meio do programa ‘Saberes em Casa’. Ainda sim, a retomada deverá dispor de intenso reforço escolar já que nem todos os alunos acompanham as aulas pelos canais online.

Ainda de acordo com a administração municipal, a Secretaria de Educação teve seu orçamento prejudicado pela pandemia. Já que segundo o prefeito, as cestas básicas entregues aos alunos da rede custam mais caro à prefeitura do que a alimentação escolar por meio da merenda.

Mesmo sem previsão de reabertura das escolas, o secretário da pasta, Paulo Cesar da Silva sinalizou a disponibilização de equipamentos como protetores faciais aos funcionários. Ele ainda comentou o reforço nos estoques de material de higiene e limpeza e assepsia.