UBS fazem triagem de voluntários para estudo de medicamento contra a Covid-19

Foto: Fábio Nunes Teixeira/PMG

A partir de segunda-feira (6) pessoas maiores de 18 anos com pelo menos um sintoma característico da Covid-19 poderão se voluntariar aos testes do medicamento nitazoxanida. A triagem pode ser feita nas unidades básicas de saúde (UBS) da cidade.

Na última quarta-feira, o Ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes esteve no veio à Guarulhos para dar início a campanha #500VoluntáriosJÁ “Efeitos do uso precoce da nitazoxanida em pacientes com Covid-19”. O objetivo era convidar sintomáticos da Covid-19 para testar o medicamento.

Os interessados deverão passar por triagem na UBS mais próxima de sua casa ou se dirigir ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) Jardim Angélica, localizado na rua José Inácio Gomes, 441-501 – Pimentas.

O estudo, aprovado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), pretende confirmar se o vermífugo consegue inibir a replicação do vírus nos pacientes com a mesma eficácia que teve nos testes com células vivas infectada.

Como será o processo?

Os participantes farão o teste da Covid-19 – RT-PCR de forma gratuita e serão acompanhados pela equipe médica por oito dias, de acordo com o protocolo. Serão excluídos do estudo indivíduos que tiverem resultado negativo do PCR para Covid-19.

Ou ainda os que não tenham possibilidade de fazer uso de medicamentos por via oral, que tenham histórico de doença hepática grave (classe Child Pugh C), insuficiência renal prévia ou cardíaca grave, além de DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica).

Pessoas que tiveram neoplasia nos últimos cinco anos, que tenham doença autoimune ou hipersensibilidade conhecida aos medicamentos de estudo, bem como tratamento prévio com o medicamento da pesquisa durante os últimos 30 dias ou ainda suspeita clínica de tuberculose e pneumonia também não poderão se voluntariar.

Resultados esperados

O paciente terá a oportunidade de reduzir a quantidade de vírus presente em suas vias aéreas, melhora de sintomas mais rapidamente, redução do risco de insuficiência respiratória, internação hospitalar e mortalidade.

Os resultados poderão ajudar os pesquisadores na indicação de nitazoxanida em pacientes com Covid-19 em estágio inicial, o que pode ajudar a avançar o seu tratamento.

Contudo, é importante informar que, como se trata de um medicamento em teste, é possível que não seja beneficiado por ele, ou seja, não melhore. As contraindicações ao uso do medicamento não são consideradas graves e serão informadas aos pacientes antes de aderirem ao programa.

O Plano

Além de Guarulhos, Barueri, Sorocaba e Bauru estão participando deste que é o segundo protocolo. O primeiro é direcionado para pacientes com sintomas de pneumonia e hoje tem cerca de 200 participantes em 21 hospitais de todo o país.