Vacinação contra a gripe é prorrogada até 27 de julho

Foto: Márcio Lino/PMG

O governo federal determinou na última sexta-feira (26) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) até o próximo dia 27 de julho por causa da baixa adesão em todo o país.

Em ofício enviado aos estados e municípios, o Ministério da Saúde pede esforços das cidades para desenvolver estratégias e melhorar o desempenho da imunização de todos os grupos prioritários.

De acordo com o ofício ministerial, do total de 77.728.419 milhões de habitantes que integram o público-alvo da campanha, apenas 69,03% foi vacinado. Assim é necessário, portanto, fazer o resgate de 24 milhões de pessoas que ainda não se protegeram.

A meta de vacinar pelo menos 90% de cada grupo prioritário, mas só foi atingida apenas entre as pessoas contempladas na primeira fase. O início da campanha foi em 23 março, e apenas idosos e trabalhadores da saúde tiveram ampla adesão.

A partir de 16 de abril começou a segunda etapa da campanha e segundo o Ministério da Saúde, o percentual de cobertura vacinal em todo o país para esse grupo é de apenas 73,72%. Etapa era destinada à:

  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;
  • povos indígenas;
  • membros das forças de segurança;
  • caminhoneiros;
  • motoristas e cobradores de transporte coletivo;
  • trabalhadores portuários;
  • adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas;
  • população privada de liberdade;
  • funcionários do sistema prisional.

Já a terceira fase, que atingiu até agora apenas 33,22% de cobertura do público-alvo, foi dividida em duas etapas. Na primeira, de 11 a 17 de maio, foram convocadas crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência.

Na segunda, a partir de 18 de maio, passaram a ser contemplados também os adultos de 55 a 59 anos de idade e os professores. As etapas ocorrem simultaneamente em todos os 5.570 municípios do país.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, a menor cobertura vacinal está entre as pessoas com deficiência (2,34%). Em Guarulhos, as doses seguem disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e também no Drive-Thru do Bosque Maia.