‘Voo humanitário’ da Colômbia quer cobrar pela passagem de volta dos colombianos acampados em Guarulhos

Foto: Reprodução/TV Globo

O grupo de colombianos que passou a pandemia nos corredores do terminal 2 do aeroporto da Guarulhos deve ficar um pouco menor a partir do dia 28 de junho. Isso se eles arranjarem dinheiro para pagar o suposto ‘voo humanitário’.

Segundo o governo da Colômbia, está previsto um avião comercial do Brasil para levar os imigrantes de volta ao país de origem. O anúncio do voo, no entanto, deixa claro que as passagens precisam ser pagas pelos colombianos.

O que contraria a solicitação dos colombianos que moram no aeroporto por não terem condições financeiras de permanecer no Brasil e de comprar passagens para ir embora. O anúncio diz ainda que ao desembarcarem terão de ficar em quarentena.

Depois da decisão de acampar ali em maio, mais de 180 colombianos ainda residem no aeroporto. Trinta e três deles devem deixar o local nesta quarta-feira (17), segundo o Conectados do Terceiro Setor, que ajudou a pagar as passagens. 

A Assistência Social de Guarulhos e de São Paulo ofereceu hospedagem em albergues, mas muitos imigrantes se negaram. O Flamengo de Guarulhos também ofereceu estadia aos colombianos, porém eles desejam ser repatriados e voltar para casa.

Com informações do Portal R7