Lista de contatos do celular deve ser integrada ao PIX

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Outra novidade é que os usuários poderão, em caso de mudança no nome, solicitar alteração das informações sem a necessidade de excluir e registrar novamente a chave

O Sistema de Pagamento Instantâneo (Pix) tem apenas quatro meses desde seu lançamento, mas as novidades da agenda evolutiva já começaram a entrar em vigor. Foi aprovada a atualização das regras que possibilitará o desenvolvimento de novas soluções.

Entre elas está a necessidade de se adequar cada vez mais, às necessidades da população brasileira. As instituições poderão oferecer integração dos aplicativos com a lista de contatos dos celulares dos usuários, por exemplo.

A mudança facilitaria a identificação dos que possuem o número do celular como chave Pix, simplificando ainda mais a experiência do pagamento. Outra novidade é que os usuários finais poderão, em caso de mudança no nome, solicitar alteração das informações.

Atualização sobre nome completo, nome empresarial e título do estabelecimento, sem a necessidade de excluir e registrar novamente a chave. Essa possibilidade facilitará o ajuste de alteração de nome após casamento e nome fantasia do estabelecimento empresarial.

Também fica permitido, a partir de agora, que o usuário final, pessoa natural possa solicitar o vínculo do nome social à chave Pix. Além disso, houve mudança no Regulamento do Pix de modo a vedar que as instituições fixem limites do número de transações.

Essa vedação é necessária para garantir condições competitivas equânimes entre diferentes instrumentos de pagamento. Essas operações ilimitadas valem para envio ou de recebimento.