Pais de alunos da rede estadual poderão receber bolsa de R$ 500 do Governo de SP

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O programa Bolsa do Povo Educação deverá empregar cerca de 20 mil pessoas; as inscrições para o processo seletivo serão abertas na próxima segunda-feira (19), confira os detalhes

O Governo do Estado de São Paulo lançou o programa Bolsa do Povo Educação, que vai pagar R$ 500 para pais e responsáveis de alunos matriculados na rede estadual de ensino. A informação foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB), nesta quarta-feira (14), em coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes.

Para isso, a Secretaria da Educação (Seduc-SP) irá contratar estes responsáveis legais dos estudantes para apoiar as escolas, sobretudo no acompanhamento dos protocolos sanitários. A jornada de trabalho será de 4h diárias e o programa vai durar até dezembro.

Entre as atividades a desempenhar, os contratados deverão intensificar as estratégias de busca ativa dos estudantes para o retorno e permanência no ambiente escolar, prestar apoio à educação especial e dar apoio geral à escola.

Para seleção dos cerca de 20 mil responsáveis, serão considerados critérios como vulnerabilidade socioeconômica da família do estudante e desemprego. Abaixo, confira os requisitos.

Para participar é necessário:

  • Ser responsável legal de estudante que se encontra matriculado na rede pública estadual de ensino;
  • Ter idade entre 18 a 59 anos;
  • Residir em local próximo à unidade escolar (prioritariamente, raio de até 2 quilômetros da unidade);
  • Estar desempregado há pelo menos 3 meses.

Inscrições

As inscrições serão iniciadas a partir da próxima segunda-feira (19) e devem ser realizadas no site do programa. Encerradas as inscrições, no dia 31 de julho, as entrevistas devem começar a partir do dia 02 de agosto. Já no dia 16 de agosto devem começar as contratações dos candidatos selecionados.