Vacinação de professores não tem perspectiva a curto prazo, sinaliza Secretário Estadual de Educação

Foto: Divulgação

Contratação de rede de fibra óptica para o ensino remoto e compras coletivas para aquisição de materiais e insumos poderão auxiliar os municípios

Esta semana, o Secretários de Educação das cidades do Alto Tietê participaram de uma audiência com o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares. No encontro em Mogi das Cruzes, o secretário detalhou o plano estadual de retorno às aulas presenciais.

Isso porque os protocolos de retomada, apesar preconizados pelo estado geram dúvidas quanto as municípios para reabertura de escolas públicas. Entre o acordo está o fornecimento de materiais básicos de higiene e proteção, por meio de compras coletivas entre as cidades.

Segundo Rossieli, a vacinação dos profissionais da educação é defendida pela Secretaria Estadual da Educação, porém não há perspectiva a curto prazo em razão da reduzida oferta atual de vacinas.

Mesmo assim, a maioria dos municípios do Alto Tietê optou por retomar as aulas em fevereiro de maneira remota. Mas, atividades pedagógicas e de acolhimento presenciais já estão ocorrendo em municípios como Guarulhos.

As escolas privadas já recebem alunos nas unidades desde o fim do mês passado, mas a retomada das aulas em escolas públicas em Guarulhos retorna no dia 21 de fevereiro. Já as aulas presenciais na rede estadual serão retomadas oficialmente no dia 8 de fevereiro.

Guarulhos pede internet para os alunos

A Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Educação, sugeriu ao Estado a utilização dos recursos do Desenvolve SP para a abertura de linha de crédito e financiamento direcionados aos municípios.

Os recursos serão exclusivos para a compra de computadores e chips de acesso à internet para os alunos da rede pública de ensino. A sugestão foi feita pelo secretário Paulo Matheus durante a reunião. Rossieli Soares afirmou que irá se empenhar para viabilizar a proposta que deve viabilizar a compra de