Volta às aulas: governo anuncia que vai distribuir computadores e melhorar conexão de internet

Foto: Agência Brasil

Governo diz que vai distribuir computadores, TVs e melhorar conexão à internet

São Paulo anunciou nesta quarta-feira (13) o programa Conecta Educação que prevê investimentos de R$ 1,5 bilhão em um pacote de tecnologia para a rede estadual. O governo promete a compra de notebooks, desktops, wif-fi, estabilizadores, TVs, entre outros itens para melhorar a conectividade nas 5,1 mil escolas.

Segundo o Secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares, a licitação foi realizada em parceria com Prodesp – empresa de tecnologia do Estado. O Centro de Mídias de São Paulo, que foi reconhecido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento uma boa iniciativa.

No início do ano letivo de 2021, as unidades, Diretorias de Ensino e órgãos administrativos que integram a Secretaria da Educação vão receber 269 mil notebooks, 87 mil desktops, 61 mil kits do Centro de Mídias (kit com TV, suporte, estabilizador etc).

E ainda, 5,2 mil carrinhos tecnológicos (plataforma de carregamento móvel), 65 mil kits wi-fi com roteador e 3,5 mil tablets educacionais para escolas com alunos portadores de necessidades especiais.

A pasta também vai investir na estrutura tecnológica do Centro de Mídias e estúdios localizados na Escola de Formação de Professores (Efape) e na TV Cultura. Lançado em abril, o Centro de Mídias é a plataforma utilizada pela Secretaria da Educação para transmitir as aulas mediadas por tecnologia.

Chips para celulares

O Estado já anunciou outras ações que visam melhorar a conectividade dos alunos e professores da rede estadual como a distribuição de 750 mil chips de telefone celular para alunos, professores e servidores da rede estadual.

Serão 250 mil unidades mensais destinadas a professores e servidores, com 5 Gigas de internet, além de acesso a ligações e mensagens de SMS. Os 500 mil chips mensais para os alunos terão 3 Gigas e vão atender estudantes mais vulneráveis. Para garantir este benefício, o Estado vai investir R$ 75 milhões.

Outra iniciativa é o programa Professor Conectado, que vai auxiliar professores a comprar 161 mil computadores (desktops ou notebook) ou tablets, subsidiando o valor máximo de R$ 2 mil.

Pacote Office

Além dos investimentos, os alunos e professores também contam, desde o início da pandemia, com acesso gratuito a programas do Pacote Office, da Microsoft. O acesso é feito via e-mail institucional da Secretaria da Educação, disponível para todos os funcionários e estudantes e que pode ser obtido na Secretaria Escolar Digital.

Com este e-mail, é só acessar o Portal da Microsoft e selecionar a opção “Instalar o Office”. Após o download, permita a execução do arquivo em seu computador, siga os passos solicitados, aguarde o término da instalação comece a usar o Office.

Em conjunto com o Google, a Secretaria da Educação também oferece acesso ao Google Forms, Google Docs, Google Sheets, Google Drive, Google Classroom, entre outras plataformas da empresa.