GO ENTREVISTA: Dalmo Cesar de Matos

0
4

Esta semana nosso entrevistado é o Subsecretário da Juventude de Guarulhos, Dalmo Cesar de Matos. Ele aborda diversos pontos importantes sobre o desenvolvimento da pasta na cidade.

Confira

Quais são os principais programas vigentes da Subsecretaria de Juventude?

A Subsecretaria da Juventude conta com algumas ações em sua sede na rua Nadir 1995, Gopoúva, onde funciona o Centro de Referência da Juventude denominado Casa do Jovem. Além de oferecer um espaço colaborativo, o eco lounge, temos os seguintes cursos e ações disponíveis: fotografia com smartphone, kickboxing, jazz, mix dance, inglês, cursinho pré-Enem, palestras, ações de vagas de estágio, teatro entre outros. Temos também algumas ações no CIC Pimentas, em nosso Centro de Referência dos Direitos Humanos.

Através do projeto CJ na Escola, levamos nossas atividades diretamente nas escolas. Neste ano já atingimos 8 mil jovens com esse projeto.  Outro projeto que possuímos é o Juventude no Parque, evento que busca a ocupação dos espaços públicos pelo jovem. Entre os projetos podemos destacar nossa campanha contra depressão e suicídio “Amigo Estou Aqui” e a organização da feira do estudante que foi um grande sucesso este ano, recebendo 20 mil jovens em 2 dias com mais de 80 expositores. Uma novidade e o projeto Juventude no CEU em parceria com a Secretaria de Educação.

Por que é importante que Guarulhos tenha uma secretaria destinada aos jovens?

O jovem tem que ter seu protagonismo, por isso haver uma pasta que olhe e fale por ele é muito importante. Nossa missão é dar voz à juventude, mostrar os caminhos para que o jovem se torne protagonista da sua vida.

Quais melhorias já foram feitas na sua gestão?

Criamos o espaço de trabalho colaborativo Eco Lounge, potencializamos a feira do estudante, este ano batendo recordes de público e de expositores, e digo com muito orgulho com o mínimo de recurso público possível, fizemos com o menor custo da história, graças a parceiras, principalmente da Secretaria Educação, e dos entes privados; criamos junto à Educação o programa Juventude no CEU, realizamos 3 ações de oportunidades de estágios com oferecimento de centenas de vagas.

Conte um pouco sobre a Casa do Jovem?

A CJ como nome já diz é um espaço pensado para o jovem se sentir acolhido, prestigiado, onde pode buscar informações e oportunidades, é um braço do poder público exclusivo para eles.

Qual é o maior desafio no desenvolvimento do trabalho que executa?

O maior desafio é entender as mudanças e características dos nossos jovens. O jeito de se comunicar mudou, o jeito de aprender mudou, as perspectivas mudaram, então entender a necessidade do jovem e criar políticas públicas que realmente auxiliem são sem dúvidas grandes desafios.

Atualmente, quais as principais políticas públicas necessárias para os jovens?

 Oportunidades para adquirir capacidade, oportunidade para utilizar capacidade, garantia de direitos, inclusão em todos os aspectos.

Quais cursos são oferecidos gratuitamente para os jovens?

Temos o cursinho pré-Enem, já encerrado esse ano, curso de fotografia, inglês, jazz, mix dance, kickboxing, palestra de orientação profissional, teatro, além de nosso espaço de trabalho colaborativo. E agora em novembro, vamos lançar o curso a distância de gestão de finanças pessoais.

O que o jovem guarulhense pode esperar da prefeitura?

Pode esperar todo o empenho na aplicação de políticas públicas que garantam os direitos do Jovem, a existência de uma pasta exclusiva para o jovem já demonstra a preocupação do prefeito Guti com este público .

Quais são os planos para 2020?

Ampliar as oportunidades, potencializar ainda mais a Feira do Estudante, ampliar as vagas dos cursos, principalmente do pré-enem, realizar o festival da juventude, e levar nossos projetos aos 4 cantos de Guarulhos.