Bolsa Empreendedor oferta mais de 52 mil vagas com bolsa-auxílio para autônomos informais

Foto: Divulgação

Na região Metropolitana de São Paulo são 52.196 vagas que podem pagar mil reais para empreendedores que participarem de curso de capacitação

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, oferta 52.196 bolsas do programa Bolsa do Povo Empreendedor para autônomos informais em situação de vulnerabilidade na região Metropolitana de São Paulo.

As inscrições já estão abertas e devem ser realizadas até o dia 19 de setembro por meio deste link. Cada bolsa será de R$ 1 mil e paga em duas parcelas de R$ 500. Para ter acesso ao programa, os autônomos devem participar de um curso gratuito de empreendedorismo do programa Empreenda Rápido, com frequência mínima de 80%.

Todos também devem obter formalização como Microempreendedor Individual (MEI) ou outra natureza jurídica. São R$ 100 milhões de investimento no projeto, com prioridade para mulheres, jovens, pretos e pardos, indígenas e pessoas com deficiência.

O objetivo é impulsionar novos empreendimentos, incentivar pequenos negócios e tirar autônomos da informalidade. O Bolsa Empreendedor deve beneficiar, direta e indiretamente, cerca de 400 mil pessoas.

Desempregados ou informais maiores de 18 anos e sem inscrição de CNPJ como empresário, sócio ou administrador de pessoa jurídica também podem se inscrever. No total, serão 100 mil bolsas distribuídas eà população vulnerável inscrita no Cadúnico até janeiro de 2021.

Haverá ordem de prioridade de acordo com a quantidade de vagas disponíveis em cada região. Em caso de dúvidas, o cidadão pode entrar em contato na Central de Atendimento: 0800 7979 800, de segunda a sexta, das 08h às 18h. O atendimento eletrônico é 24h pelo (11) 98714-2645 – WhatsApp.

Os cursos do Empreenda Rápido são oferecidos pelo Estado em parceria com o Sebrae-SP. As capacitações ocorrem em formato presencial, com carga horária de 20 horas, ou com dez horas-aula online.

Os alunos são apresentados a temas como empreendedorismo, ideia de negócios, marketing, finanças e formalização, entre outros. Haverá 70 mil vagas presenciais e 30 mil vagas online em todo o estado. A primeira turma está prevista para 27 de setembro.