Butantan entrega 587,1 mil doses da CoronaVac para início da segunda fase de vacinação


O início da segunda fase está marcado para a próxima segunda-feira (8), contemplando idosos a partir de 90 anos

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (1º) a entrega de mais 578,1 mil doses da vacina contra COVID-19 do Instituto Butantan para abastecer os 645 municípios do Estado e prosseguir com a imunização pelo estado.

O envio acontece até quarta-feira (3) do Centro de Distribuição e Logística (CDL), localizado na capital, aos Grupos de Vigilância Epidemiológica (GVE), onde os municípios deverão retirar os respectivos quantitativos – confira abaixo tabela com o número de doses por Departamento Regional de Saúde.

Segundo Doria, a imunização com este novo lote deve começar no dia 8 de fevereiro. A cada nova programação logística, a Secretaria de Estado da Saúde divulga os destinos e quantitativos, dando transparência às grades previstas para cada região.

As vacinas distribuídas nesta etapa serão para os municípios imunizarem os idosos acima de 90 anos e completarem todo o público-alvo da primeira fase da campanha, que inclui trabalhadores da saúde, indígenas, quilombolas, além de idosos (acima de 60 anos) e pessoas com deficiência a partir de 18 anos que vivem em instituições de longa permanência.

A divisão das grades é baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. O cálculo de distribuição para regiões e cidades tem como referência os públicos-alvo da campanha de vacinação contra a gripe de 2020.

Fases da campanha em SP

A primeira fase da campanha começou com profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas. Este último grupo foi inserido no Plano Estadual de Imunização de São Paulo, mas não estava contemplado no PNI.

O PEI também definiu o início da segunda fase para 8 de fevereiro, contemplando idosos a partir de 90 anos. A partir do dia 15 desse mês, começa a imunização em idosos na faixa etária de 85 a 89 anos. A inclusão de novos grupos populacionais é embasada no PNI.

Pré-cadastro no site “Vacina Já”

O pré-cadastramento na campanha de vacinação contra a COVID-19 no site “Vacina Já” economiza 90% no tempo de atendimento para imunização: leva cerca de 1 minuto para quem preencheu o formulário. Presencialmente, em média, a coleta de informações leva cerca de 10 minutos.

A ferramenta ajuda a agilizar o atendimento e a evitar aglomerações. Não é um agendamento e não é obrigatório para receber a vacina, mas utilizá-la contribui para melhorar a dinâmica dos serviços e a rotina do próprio cidadão. O pré-cadastro pode ser feito por familiares de idosos ou de qualquer pessoa que participe dos públicos previstos na campanha.

Grade de distribuição da CoronaVac

Região/DRS – Doses

  • Grande São Paulo – 276,7 mil
  • Campinas – 52,2 mil
  • Baixada Santista – 27,5 mil
  • Sorocaba – 28,9 mil
  • Bauru – 26,6 mil
  • Piracicaba – 19,9 mil
  • Vale do Paraíba e Litoral Norte – 33,1 mil
  • Araraquara – 14,7 mil
  • São José do Rio Preto – 21,5 mil
  • São João da Boa Vista – 12,2 mil
  • Ribeirão Preto – 14,8 mil
  • Araçatuba – 11,7 mil
  • Franca – 8,7 mil
  • Presidente Prudente – 12,3 mil
  • Barretos – 7,3 mil
  • Marília – 15,7 mil
  • Vale do Ribeira – 3,3 mil