Doria reúne ex-presidentes em defesa da vacina, Lula e Dilma ficam de fora

Foto: Governo do Estado de São Paulo

José Sarney e Michel Temer participaram de forma remota, já Fernando Henrique Cardoso esteve no Palácio dos Bandeirantes no evento presencialmente

O Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) recebeu os ex-presidentes da República José Sarney, Michel Temer (ambos de forma remota) e Fernando Henrique Cardoso em ato em defesa da vida e da importância da vacinação contra a Covid-19.

A ação ocorreu nesta segunda-feira (25), aniversário da cidade de São Paulo, no Palácio dos Bandeirantes, zona sul da capital. Na ocasião, os três, já de idade avançada afirmaram que vão se vacinar quando forem contemplados pelo calendário de imunização.

Questionados pela imprensa sobre o encontro após as manifestações em defesa do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tanto Doria quanto FHC apontaram que o encontro não foi político. “O objetivo é a valorização da vida e das vacinas”, afirmou Doria.

Todos os ex-presidentes da República foram convidados a participar do ato por Doria, mas segundo ele, Lula e Dilma Rousseff e Fernando Collor de Mello recusaram o convite porque já tinham outros compromissos de agenda.