Doria volta atrás e descarta jogos da Copa América em São Paulo

Foto: Reprodução

Governo Bolsonaro confirmou partidas nos estados MT, RJ, DF e GO, sem presença do público

O Governador João Doria (PSDB) que foi amplamente criticado por não ter se oposto a realização dos jogos da Copa América em São Paulo, declarou nesta terça-feira (01) que o Centro de Contingência da Covid-19 negou a realização dos jogos no Estado.

Depois da sinalização positiva do Governo Federal para realização dos jogos no Brasil, após Colômbia e Argentina terem desistido de sediar o torneio, várias personalidades do esporte, imprensa e opinião pública se posicionam de forma contrária com argumentos de novas contaminações pela Covid-19 e o atual descontrole da pandemia no Brasil.

Segundo nota divulgada à imprensa no começo desta noite, os cientistas ligados ao governo paulista apontaram, que neste momento, “a realização do torneio representaria uma má sinalização do controle da transmissão do vírus, prioridade absoluta do Governo de SP”.

A assessoria de Doria afirmou ainda, que o Governador solicitou ao secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol, Walter Feldman, que busque alternativas para a realização da Copa América fora do Estado de São Paulo.

Mais cedo, o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse em um evento que o Brasil vai oficialmente sediar a Copa América, transmitida pelo SBT. À pouco, o Ministro-Chefe da Casa Civil, Luiz Ramos divulgou que a competição seguirá os mesmos protocolos adotados pela CBF.