Finados tem queda de tráfego em relação a Sete de Setembro nas rodovias paulistas

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Cerca 3,8 milhões de veículos passaram pelas principais rodovias entre os dias 29 de outubro e 02 de novembro 

São Paulo, 03 de novembro de 2020. O tempo chuvoso e a orientação do Governo do Estado para evitar viagens desnecessárias ajudaram a evitar que muitos paulistanos pegassem a estrada neste feriado prolongado de Finados.

Entre os dias 29 de outubro e 02 de novembro, o volume de tráfego registrado nos 22 mil quilômetros de rodovias paulistas foi de 3.851.793 veículos, 11% menor em relação aos 4.325.475 veículos que trafegaram pela mesma malha no período do feriado da Independência, de 3 a 7 de setembro.

Esses dados são da Secretaria Estadual de Logística e Transportes (SLT), por meio do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), e da ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), por meio das concessionárias. 

O maior volume foi registrado nas rodovias concedidas, administradas pela ARTESP, especialmente nos principais corredores de acesso ao litoral paulista e ao interior, que contemplam o Sistema Anchieta-Imigrantes, Rodovia dos Tamoios, Sistema Anhanguera-Bandeirantes, Rodovia Presidente Castello Branco, Ayrton Senna/Carvalho Pinto.

Essas rodovias contabilizaram a movimentação de cerca de 2,8 milhões de veículos, 10,23% menor em comparação ao volume do feriado da Independência. Pelas rodovias administradas pelo DER trafegaram 996 mil veículos, queda de 13% no total de veículos em comparação ao feriado de 7 de setembro. 

Rodovias Concedidas 

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, passaram 800 mil veículos de 29 de outubro a 02 de novembro nas praças de pedágio próximas à capital, variação de 2,40% dos veículos em ambos os sentidos neste feriado quando comparado ao período de 3 a 7 de setembro.  

Na rodovia Castello Branco (SP 280), principal eixo de ligação para a região Oeste do Estado, de 29 de outubro a 02 de novembro passaram 368 mil veículos nas praças de pedágio de Itu e Itupeva, queda de 7% no fluxo de veículos em ambos os sentidos, quando comparado ao período de 3 a 7 de setembro. 

As maiores reduções foram registradas nas rodovias rumo ao litoral. No Sistema Anchieta-Imigrantes, que dá acesso às praias do litoral sul e à Baixada Santista, um volume total de 495.423 veículos leves e pesados trafegaram no sistema de 29 de outubro a 02 de novembro deste ano, redução de 21,9% em relação ao período de 3 a 7 de setembro.

Para a concessão da Ecopistas, que administra as rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto, houve a passagem de aproximadamente 958.865 mil veículos de 29 de outubro a 02 de novembro nas praças de pedágio do sistema, redução de 8,9% quando comparado ao período de 3 a 7 de setembro.

Já na Rodovia dos Tamoios, ligação com o litoral norte, houve um registro de 233.449 veículos nas praças de pedágio em ambos os sentidos de 29 de outubro a 02 de novembro, diminuição de 26% em relação a 3 a 7 de setembro.  

 Outras rodovias 

 – Rodovia Rio-Santos (SP 055), litoral norte: redução de 18,4% (180.657 de veículos para 147.418) 

 – Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP 055), litoral sul: redução de 15,9% (310.736 veículos para 261.389)  

 – Mogi-Bertioga (SP 088): redução de 39% (107.581 veículos para 65.382) 

  – Rodovia Oswaldo Cruz (SP 125): redução de 18,8% (de 53.784 veículos para 43.679) 

  – Raposo Tavares (SP 270): redução de 0,9% (de 405.269 veículos para 401.572) 

 – Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro: redução de 11% (de 86.181 veículos para 76.583)