Governo de SP lança plataforma “Vitrine do Artesanato” para apoiar artesãos durante a pandemia

Foto: Reprodução

O portal reúne produtos de artesãos de todo estado e busca ser um meio para conectar comprador e fornecedor

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com as Secretarias Estaduais de Cultura e Economia Criativa, de Turismo e de Desenvolvimento Regional, lançaram nesta quarta-feira (2) a plataforma “Vitrine do Artesanato”, portal exclusivo para exposição de produtos artesanais produzidos por artesãs e artesãos paulistas cadastrados na Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades do Estado de S. Paulo (SUTACO).

A vitrine virtual reúne produtos de mais de 120 artesãos cadastrados e traz a oportunidade do profissional promover o seu trabalho para o mundo. O objetivo desta iniciativa é promover, principalmente, os artesãos paulistas, prejudicados pela pandemia da Covid-19, divulgando a produção paulista de peças artesanais. Até o momento, são mais de mil produtos disponíveis no site, sendo possível conectar comprador e fornecedor.

Em atenção à Portaria 1.007 do SEI de 11 de junho de 2018, que consta a Base Conceitual do Artesanato Brasileiro, a plataforma atua como uma Vitrine dos produtos artesanais paulistas criando a possibilidade de encontro entre artesãos e pessoas interessadas em seus produtos. As vendas e negociação são feitas exclusivamente entre artesão e cliente, sem interferência e responsabilidade da SUTACO.

“O artesanato é uma arte e atividade econômica importante, que busca cada vez mais o seu espaço. A pandemia levou a busca de novas plataformas, inovando com conteúdo e encontrando possibilidades de expressar a cultura. É fundamental lembrar que neste período de dificuldades e quarentena no mundo, a importância do consumo e da presença de cultura na vida das pessoas. Essa ferramenta simboliza uma vitória do artesanato no Brasil” ressalta o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

No site, também, é possível ter acesso à diversas matérias-primas e técnicas de variados produtos, levando à representatividade do território paulista. Para mais informações, basta acessar o site do projeto.