Governo de SP prorroga quarentena até 14 de julho; bares e restaurantes abrem seus salões no próximo dia 6

Foto: Reprodução/Facebook

O governador João Doria anunciou no início da tarde desta sexta-feira (26), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, que a quarentena no estado de São Paulo foi prorrogada até o dia 14 de julho. De acordo com o governo do estado de São Paulo, a maior parte do estado retorna ou permanece na fase vermelha.

Até o momento 15 municípios da Grande São Paulo, incluindo a Capital, passam para a fase amarela e poderão abrir restaurantes, bares e salões de beleza. A orientação do Comitê de Saúde é para que a reabertura só ocorra a partir do dia 6 de julho.

O decreto 36.925/2020, publicado no dia 10/06 pela Prefeitura de Guarulhos, já previa a reabertura com restrições de bares, lanchonetes, restaurantes e casas do Norte para a data divulgada. O funcionamento dos salões (áreas comuns de alimentação) será das 10h às 16h, com capacidade reduzida.

“Nós vamos anunciar hoje o sexto período da quarentena que começa no dia 29 de junho e vai até o dia 14 de julho. Estamos completando 100 dias de quarentena no próximo dia 1º de julho”, disse Doria.

O Plano São Paulo dividiu 17 regiões do estado que serão alocadas em 5 fases divididas por cores sendo vermelha, laranja e amarela, verde a azul. Semanalmente essas regiões terão que cumprir protocolos como:

  • taxa de isolamento acima de 55%;
  • redução no número de novos casos por 14 dias seguidos;
  • ocupação nos leitos de UTI inferior a 60%.